sábado, 29 de junho de 2013

EM DEFESA DA PURA DOUTRINA DA VOLTA DE JESUS .

EM DEFESA DA PURA DOUTRINA DA VOLTA DE JESUS

Ideias erradas sobre a segunda vinda de Jesus se multiplicam cada vez mais. Milhares de pessoas creem na segunda vinda de Jesus, mas de forma diferente. Assim é que Satanás está preparando as pessoas com crenças erradas para poder aparecer como falso cristo a fim de levar muitas pessoas após si e de seus ensinos (Mateus 24:5; I Timóteo 4:1).

1. A segunda vinda de Jesus ocorre com a morte de um cristão? A Bíblia fala da vinda de Cristo mais de 1500 vezes, mas nunca declara que esse acontecimento tem lugar na morte do cristão. Aliás, as circunstâncias ligadas com Seu retorno, excluem tal hipótese. Por exemplo:
a) As perguntas dos discípulos: Eles perguntaram a Jesus, “que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?” (Mateus 24:3). Na pergunta e nas respostas de Jesus nada tem a ver com a morte da pessoa, mas que apontam para um evento em uma época definida na história deste mundo.
b) Destruição dos ímpios: Na vinda de Cristo, os ímpios deverão ser destruídos (Mateus 13:40-42). Assim o evento grandioso da segunda vinda de Cristo trará justiça aos injustos que não creram, por isso perecerão (João 3:16). Quando, porém, foi destruído um ímpio na morte de um justo?
c) Ressurreição e transformação dos justos: Na vinda de Cristo ressuscitarão transformados os justos que morreram no pó da terra e os vivos serão igualmente transformados (I Tessalonicenses 4:16-17; I Coríntios 15:51-54). Mas quando foi que algum justo ressuscitou ao morrer, ou quando foi transformado algum justo vivo por ocasião da morte de um outro justo?
d) Todo olho verá em vida a vinda de Jesus: Na segunda vinda, as pessoas verão a Jesus vindo nas nuvens do Céu (Apocalipse 1:7; Mateus 24:30); e, isso não é na morte, mas em vida (I Tessalonicenses 4:15). Assim, conclui-se que não é na morte que se realiza a segunda vinda de Cristo.

2. A segunda vinda de Cristo ocorre na conversão de um pecador? Algumas pessoas alegam que Jesus vem para aqueles que se convertem. Porém, o apóstolo Paulo, escrevendo a nós, via Tessalonicenses, disse: “dos ídolos vos convertestes a Deus, para servir o Deus vivo e verdadeiro, e esperar dos Céus o Seu Filho...” (I Tessalonicenses 1:9-10). Essas pessoas já estavam convertidas, mas Paulo os aconselhou a esperar dos Céus a volta de Jesus. Sempre que Paulo, em suas cartas, fala da volta de Cristo, não mostra que seja um evento passado, mas sim, um acontecimento futuro, em que os crentes, tanto os recém conversos como os que já da há muito convertidos, deviam centralizar suas esperanças. A conversão é que devia prepara-los para esse evento glorioso. Assim, conclui-se que não é na conversão que se dá o evento da volta de Jesus.

3. A segunda vinda será invisível com um arrebatamento secreto? Os fundamentalistas creem que a volta de Jesus será invisível ao mundo, conhecida pelo arrebatamento secreto da igreja. Segundo essa mesma doutrina, Cristo virá em duas fases, separada por um período de sete anos, sendo a primeira – para a igreja – secreta e invisível à humanidade; e, a segunda – com a igreja – amplamente manifesta e acompanhada de grande glória e majestade. Este ensino é uma manipulação exegética dos textos bíblicos, portanto, contrário ao assunto claro do evento real, grandioso e impactante da segunda vinda de Cristo. Como a Bíblia descreve que será um evento gigantesco não haverá silêncio e nada de secreto (Salmo 50:3; I Tessalonicenses 4:16), conclui-se que a teoria de vinda invisível de Cristo e o arrebatamento secreto difere da Palavra de Deus.


4. A segunda vinda de Cristo já ocorreu espiritualmente em 1914? Os russelitas que se autodenominam Testemunhas de Jeová, ensinam que Cristo já veio, em espírito, em 1914. Porém, a Bíblia é clara ao declarar que: “o mesmo Senhor descerá do Céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus...” (I Tessalonicenses 4:16). Os anjos de Deus disseram aos discípulos: “Varões galileus, por que estais olhando para o Céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido acima no Céu, há de vir, assim como para o Céu o viste ir” (Atos 1:11). Sendo que a Bíblia ensina repetida e categoricamente que a segunda vinda de Cristo será pessoal, literal e visível a todos, fica evidente que tal ensinamento espiritual da vinda de Cristo não tem base bíblica; na verdade, as Escrituras Sagradas excluem completamente a forma doutrinaria da vinda de Jesus pregada pelos seguidores de Charles Taze Russel.

Convido você, meu caro leitor, a rever as crenças equivocadas à luz da Bíblia quanto ao maior evento de maior espetáculo que está para acontecer no mundo. Satanás tem tentado desviar a todos de uma compreensão puramente bíblica para crenças distorcidas, a fim de que você não saiba sobre a verdade e seja enganado por ele. Abra os olhos, estude a Bíblica com oração e dependência do Espírito Santo.
Pr. Heber Toth Armí

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixa seu comentário...Obrigado...